terça-feira, outubro 09, 2012

lapa

No teu escuro
Bato feito pedra

Te amasso na parede
Muro que quebra

Onde me escorro
E suo.

Somos feitos de vielas

(Parceria com Henrique Lederman)

Nenhum comentário: