domingo, maio 22, 2011

ao lado de vera cruz

Moreré chama acará-disco.
Itaparica me leva para Ponta de Areia.
O vento chega ao seu lugar.

Crença no tempo,
Som de Djavan,
Alumbramento na visão.

Vila velha é
Caminho sem volta:
Luta, guerra e fé.

Santa fé dos Palmares
Mares, lugares, azul
Semitom e Eguns.

Sinto-me brasileiro.
Vilarejo, fé e corte.
Areia branca aqui é sentinela.

Ao lado, a Igreja canta
e lá vem o Cristo
Da paz e Orixás