quinta-feira, julho 07, 2011

da colômbia para o lado de cá

Tirei meio certo.
Decerto era o decreto
Que trouxe nesse retalho de papel.
Deserto ou perto.
Foi apenas um pedaço.
O correto.
Entro no concreto.
Sinto-me secreto
E não nego.
Parece,
Mas carece.
Se sei o que pensa nesse mundo,
Sou mudo, calado e confuso.
Contudo,
Declaro e dilacero
Seu riso com os braços
Nos seus peitos.
Escancaro o meu medo
E mostro seu jeito.
Me sinto esperto.
Na falta de mastigar,
Instigo seu berço.
Sei o que você herdou,
Porém não sei o que encontrei.
Hora do apreço e aperto.
Todas nossas mãos juntas
E um longo adeus.

2 comentários:

Cá disse...

Tá mandando bem demais!

Anônimo disse...

Gosto muito! J.