sábado, agosto 21, 2010

pontuo

rua triste, luar sudeste.
iemanjá, iansã e xangô reaparecem
são francisco, benedito e miguilim sugerem.

dor dor dor e dor
salvador para ver
crer levitar e sustentar

verbo sujeito malfeito
morte sinônimo substantivo
vida imperativo perfeito

mudança na ordem dos pés
a chuva não sabe o caminho de cá
soluço e sol

divisão latente de um corpo
muito mudo silêncio
descalado,
ressalto.

Um comentário:

Anônimo disse...

Com sol e chuva você sonhava
Que ia ser melhor depois
Você queria ser o grande herói das estradas
Tudo que você queria ser
Sei um segredo você tem medo
Só pensa agora em voltar
Não fala mais na bota e do anel de Zapata
Tudo que você devia ser sem medo
E não se lembra mais de mim
Você não quis deixar que eu falasse de tudo
Tudo que você podia ser na estrada
Ah! Sol e chuva na sua estrada
Mas não importa não faz mal
Você ainda pensa e é melhor do que nada
Tudo que você consegue ser ou nada